Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Processos de execução de hipotecas afetam 1,2 milhão de casas nos EUA

SÃO PAULO - Estavam em processo de execução hipotecária 1,249 milhão de moradias nos Estados Unidos no segundo trimestre deste ano, mostrou levantamento da Mortgage Bankers Association (MBA), localizada em Washington e representante da indústria americana de financiamento imobiliário.

Valor Online |

Nos três meses até junho, 2,9 milhões de proprietários de imóveis residenciais atrasaram o pagamento da hipoteca. Em relação a um ano atrás, a inadimplência cresceu mais de 25%.

A taxa de inadimplência, que se refere ao atraso no pagamento de uma ou mais prestações de empréstimo, subiu para 6,41%, o nível mais alto desde 1979. A taxa ficou em 6,35% nos três primeiros meses do ano e estava em 5,29% no trimestre final de 2007.

O estudo mostrou que Califórnia e Flórida responderam por 39% de todos os processos de execução de hipotecas durante o segundo trimestre, seguidos por Nevada, Arizona, Michigan, Rhode Island, Indiana e Ohio.

Apesar da alta do índice de inadimplência total, a boa notícia trazida pela pequisa da MBA é que os atrasos nas linhas de crédito de subprime (as mais arriscadas) mostraram queda na comparação entre o primeiro e o segundo trimestre. Foi a primeira queda registrada desde o segundo trimestre de 2005.

Ainda em um nível elevado, os atrasos acima de 30 dias passaram de 18,79% do total de empréstimos subprime entre janeiro e março deste ano, para 18,67% nos três meses seguintes. No final do ano passado, essa taxa era de 17,31%, após ter encerrado 2006 em 13,33%.

Leia tudo sobre: hipoteca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG