O fundador e CEO da Apple, Steve Jobs, anunciou nesta quarta-feira que vai tirar uma licença médica até o final de junho, devido a problemas de saúde mais complexos do que previa.

Em um e-mail enviado aos funcionários de sua empresa, Jobs disse que ficará de licença médica "para sair do primeiro plano e se focar na saúde, e permitir a todos na Apple que se concentrem em entregar produtos extraordinários".

Jobs, que revelou em 5 de janeiro estar fazendo tratamento para um "desequilíbrio hormonal", contou que, a partir desse momento, "soube que meus problemas de saúde eram mais complexos do que pensei originalmente".

"Pedi a Tim Cook (chefe de operações) que fique responsável pelas operações cotidianas da Apple e sei que ele e o restante da equipe executiva farão um grande trabalho", acrescentou.

rl/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.