Tamanho do texto

Para a chanceler alemã, moeda comum dos países do bloco europeu precisa ser defendida

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que o euro precisa ser defendido e que os problemas atuais da moeda comum são um teste para a própria União Europeia.

"A crise do futuro do euro não é só uma crise, é o maior teste que a Europa enfrentou desde 1990, senão nos 35 anos anteriores", disse Merkel em discurso televisionado pela redeWDR.

"Esse teste é existencial. E precisa ser vencido", disse ela, falando no evento em que o premiê polonês Donald Tusk foi premiado com o Karlspreis por sua contribuição à União Europeia.

"Se o euro fracassa, não fracassa somente a moeda, fracassam mais coisas, a Europa fracassa, fracassa a ideia de unidade europeia."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.