Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Principal responsável do Merrill Lynch rejeita bônus de US$ 10 milhões

Nova York, 8 dez (EFE) - O principal responsável do Merrill Lynch, John Thain, decidiu hoje renunciar ao bônus de US$ 10 milhões que o conselho de administração da firma cogitava conceder a ele por seu trabalho à frente da companhia em 2008, informou hoje o site do The Wall Street Journal.

EFE |

Os outros quatro altos responsáveis da empresa financeira, incluindo o presidente, Gregory Fleming, também transferiram ao comitê de compensação do conselho de administração sua vontade de renunciar às respectivas gratificações anuais.

Thain tomou a decisão depois das duras críticas recebidas pela notícia do jornal de que ele teria pedido uma compensação de US$ 10 milhões por seu trabalho à frente do banco de investimento durante este ano.

Após a difusão da notícia, o procurador-geral de Nova York, Andrew Cuomo, enviou uma carta ao conselho de administração do Merrill Lynch na qual advertiu de que o mau desempenho econômico da firma durante este ano tornava "injustificada" a concessão de um prêmio de US$ 10 milhões a seu máximo executivo.

Cuomo qualificou de "simplesmente assombrosa" a notícia de que os conselheiros da entidade cogitavam compensar Thain com uma bonificação tão grande. EFE jju/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG