SÃO PAULO - O primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, anunciou sua saída do governo nesta segunda-feira, antes de concluir um ano no posto. O governo do premiê, de 72 anos, sofreu forte falta de popularidade.

Além das baixas taxas de aprovação pela população, a gestão de Fukuda foi afetada pela perda de dinamismo da economia japonesa, à beira de uma recessão. Na avaliação do premiê, seria melhor outra pessoa liderar o Japão durante esta turbulência.

Vale notar que Fukuda entrou no lugar de Shinzo Abe, que também renunciou inesperadamente antes de completar o primeiro ano na função.

A saída de Fukuda foi conhecida após o fechamento do mercado japonês.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.