Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Primeiro investimento de fundo do FGTS vai para setor ferroviário

O Fundo de Investimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS), administrado pela Caixa Econômica Federal, realizou seu primeiro investimento, R$ 500 milhões destinados à expansão da malha ferroviária. O fundo foi aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários em junho.

Redação com agências |

Considerado um setor estratégico para a matriz de transportes brasileira, o investimento do FI-FGTS contribui com a revitalização do modal ferroviário do país.

Os recursos irão proporcionar o aumento da eficiência operacional, redução de acidentes e aquisição de novos vagões e locomotivas para suporte ao aumento do volume transportado de carga. Estima-se que este investimento vai gerar cerca de 15.000 empregos diretos e indiretos.

O FI-FGTS recebeu cerca de 40 projetos. Doze investimentos foram pré-aprovados e estima-se que devam gerar 30 mil empregos diretos e 54 mil indiretos. O retorno sócio-ambiental e a governança corporativa influenciam na decisão de escolha dos projetos pela Caixa.

O volume da carteira teórica do Fundo superou os R$ 5,2 bilhões e o montante de recursos a ser investido poderá chegar cerca de R$ 17 bilhões.

A Lei 11.491 que criou o FGTS prevê a possibilidade de investimento dos trabalhadores no FI-FGTS, através da criação de Fundos de Investimento em cotas do FI-FGTS. Estes fundos teriam então, a mesma rentabilidade da carteira de investimentos do FI-FGTS.

Leia mais sobre investimentos com FGTS

Leia tudo sobre: fgtsinfra-estruturainvestimento

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG