Pela primeira vez após 18 semanas, os agentes financeiros consultados pelo BC deixaram inalterada projeção para inflação

Pela primeira vez após 18 semanas consecutivas de alta, os agentes financeiros consultados pelo Banco Central (BC) deixaram inalterada em 5,67% a projeção para o IPCA em 2010. A taxa coincide com aquela apresentada no documento divulgado na semana passada.

Também não modificaram, pela sétima semana seguida, a estimativa para a inflação oficial em 2011, que permaneceu em 4,80%. Voltando a 2010, os analistas reforçaram o prognóstico de IGP-DI em 8,73%, mas ampliaram a expectativa para o IGP-M, de 8,75% para 8,82%. No caso do IPC-Fipe, no entanto, a perspectiva teve leve mudança, de 5,45% para 5,44%.

Em maio, conforme o Boletim Focus, do BC, o IPCA deve terminar com aumento de 0,45%, inalterado. O IGP-DI deve marcar 1,34%, em vez de 1,30%, e o IPC-Fipe deve encerrar com acréscimo de 0,34%, em lugar de 0,35% como o esperado antes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.