Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente sul-corano defende aumentar o gasto fiscal contra a crise

Seul, 26 out (EFE).- O presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, pediu hoje a seus assessores econômicos que apliquem mais reduções de impostos e expandam o gasto fiscal para combater os efeitos da crise econômica global na economia do país.

EFE |

Segundo informou a agência sul-coreana "Yonhap", Lee convocou hoje uma reunião de emergência de seus assessores econômicos, diante do impacto das turbulências financeiras na economia sul-coreana.

O porta-voz presidencial, Lee Dong-kwan, disse que o presidente tinha reivindicado esforços coordenados de toda a nação para readquirir a confiança dos investidores nacionais e estrangeiros na economia sul-coreana e em seus mercados financeiros.

Ao mesmo tempo, foi convocada uma reunião de urgência do Banco da Coréia (autoridade monetária) para amanhã, e espera-se que aprove um corte da taxa básica de juros, que atualmente está em 5%.

A economia sul-coreana foi uma das mais atingidas entre as asiáticas pela crise financeira global.

O Kospi, principal índice da Bolsa de Seul, perdeu a metade de seu valor desde julho de 2007 e a divisa sul-coreana, o won, desvalorizou 3% frente ao dólar este ano. EFE ce/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG