BRASÍLIA - O presidente do PSB, Eduardo Campos, ressaltou hoje que ainda não há definição sobre a candidatura do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) à Presidência da República nas eleições de outubro. Segundo Campos, o assunto será decidido oficialmente na reunião da executiva do partido, na próxima terça-feira. Ciro Gomes teria dito que não participaria do pleito.

BRASÍLIA - O presidente do PSB, Eduardo Campos, ressaltou hoje que ainda não há definição sobre a candidatura do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) à Presidência da República nas eleições de outubro. Segundo Campos, o assunto será decidido oficialmente na reunião da executiva do partido, na próxima terça-feira. Ciro Gomes teria dito que não participaria do pleito. "Terça vamos fazer uma avaliação, vale a pena seguir adiante ou é hora de parar e fazer uma composição", afirmou completando que Ciro sabe que é preciso ter apoio unificado do partido em torno de uma candidatura e que não está se negociando uma saída honrosa para Gomes, mas sim ocorrendo um debate democrático dentro do partido. Campos conversou com jornalistas após se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tratar da possível candidatura de Ciro Gomes. O presidente do PSB negou que Lula tenha influência sobre a decisão do partido ou que estaria pressionando o PSB e afirmou que é normal discutir a anteriormente posição com Lula, pois o PSB é integrante da base de governo. "Estamos há sete anos na base do governo do presidente Lula, seria estranho se não conversássemos sobre sucessão com o presidente. Agora, a decisão do PSB não passa pelo presidente Lula, quem decide são os dirigentes e militantes do PSB". (Agência Brasil)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.