Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente do HBOS alerta sobre risco de nacionalização do banco

Londres, 14 nov (EFE).- O presidente do Halifax Bank of Scotland (HBOS), Dennis Stevenson, advertiu hoje aos acionistas do banco que ele vai enfrentar uma nacionalização se a compra pelo Lloyds TSB for rejeitada, uma operação que gerou críticas de vários setores.

EFE |

O HBOS é o banco surgido da fusão entre o Bank of Scotland e o Halifax (primeira entidade hipotecária do país), acertada em 2001.

Em uma circular prévia à reunião do dia 12 de dezembro, quando os acionistas se pronunciarão sobre a fusão, Stevenson disse que, se a proposta de compra estipulada pelos Conselhos de Administração for rejeitada, o HBOS teria que fazer uma ampliação de capital de pelo menos 12 bilhões de libras, além de 11,5 bilhões de libras em dinheiro público.

Se o HBOS se mantiver independente, "não há certeza" sobre as fontes de financiamento, ressaltou o banqueiro, insistindo em que possivelmente seria preciso recorrer ao Estado, com o que o banco "perderia sua independência".

A crise financeira mundial forçou o mês passado de setembro o HBOS (com sede em Edimburgo) a negociar sua venda ao Lloyds TSB (o quinto maior banco britânico e com sede em Londres), que ofereceu 12,2 bilhões de libras pelo grupo.

A operação foi um resgate incentivado pelo Governo, o que permitiu às partes evitar o órgão regulador de concorrências. EFE jm/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG