SÃO PAULO - Em decreto divulgado há pouco, o presidente do Equador, Rafael Correa, ordenou o embargo dos bens da construtora Odebrecht, após divergências envolvendo a operação da Usina Hidrelétrica San Francisco, construída pela empresa brasileira.

A Odebrecht deverá divulgar em instantes um comunicado oficial sobre a decisão do presidente equatoriano.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.