LONDRES (Reuters) - O presidente do conselho da Rio Tinto, Paul Skinner, deixou a disputa para se tornar o presidente do conselho da petrolífera BP, informou uma fonte próxima do assunto nesta segunda-feira, depois de informações de que acionistas da companhia de petróleo se mostraram descontentes com uma planejada indicação. É improvável que ele estará na lista... ele obviamente está com as mãos cheias com a Rio Tinto, disse a fonte.

Fontes na BP tinha informado anteriormente que ele seria selecionado para suceder Peter Sutherland, na presidência do conselho.

A BP não comentou sobre Skinner, mas informou que a busca por um presidente da diretoria continua.

(Por Tom Bergin)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.