Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente do BCE prevê crescimento menor e mais inflação em 2008

SÃO PAULO - O Banco Central Europeu (BCE) reviu para baixo suas projeções para o crescimento das economias que formam da zona do euro neste ano e no próximo. A notícia foi passada pelo presidente da autoridade monetária, Jean-Claude Trichet, depois da decisão do banco de manter a taxa de juro da zona do euro em 4,25% ao ano.

Valor Online |

Para 2008, a previsão é de um crescimento de 1,1% a 1,7% para as economias unidas pela moeda comum. Em junho, o BCE havia calculado expansão de 1,5% a 2,1% na região para este ano.

Sobre o ano que vem, a entidade monetária aguarda crescimento econômico entre 0,6% e 1,8%, frente à faixa projetada antes de 1% a 2% de avanço.

Além disso, o BC advertiu que a taxa de inflação deve ficar em 3,4% a 3,6% em 2008 e entre 2,3% e 2,9% em 2009. Em junho, os prognósticos eram de uma taxa de inflação de 3,2% a 3,6% neste exercício e de 1,8% a 3% no ano seguinte.

Trichet explicou que as revisões promovidas refletem possíveis aumentos nos preços da energia e dos alimentos. No segundo trimestre deste ano, o Produto Interno Bruto (PIB) da eurozona teve contração de 0,2%, o primeiro retrocesso desde o início da União Econômica e Monetária em 1999.

Quanto à posição de conservar o custo do dinheiro em 4,25%, no nível mais alto nos últimos sete anos, Trichet explicou que a decisão foi tomada de maneira unânime e que contribuirá para a estabilidade dos preços na zona do euro.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG