Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente do BCE diz que pressões inflacionárias vão diminuir

Paris, 2 out (EFE).- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse hoje que, embora não vão desaparecer, as pressões inflacionárias devem diminuir, ao comentar sobre o futuro de sua política de taxa de juros.

EFE |

"Vemos na economia real fatores que vão diminuir o (...) risco da inflação futura", comentou em entrevista à rede de televisão "France 24" Trichet, que disse ainda que ao mesmo tempo "esses fatores de risco não serão eliminados".

Questionado sobre se vai modificar a rigidez do BCE, ele ressaltou que o banco "não é rígido" e, para ilustrar, reiterou que "os riscos sobre os preços diminuem".

Além disso, frente às críticas de manter os juros mais altos em relação aos do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), lembrou que a taxa básica de juros do BCE é de 4,25%, enquanto a do Banco da Inglaterra é de 5%.

Trichet negou ainda ter surpreendido os mercados com a decisão anunciada hoje sobre a taxa básica de juros já que, segundo ele, "ninguém esperava uma queda".

"Estamos aqui para inspirar confiança a nossos cidadãos", que "podem contar que vamos dar estabilidade aos preços", disse presidente do BCE. EFE ac/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG