Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente do BCE antecipa corte de juros se continuar controle inflacionário

Cairo, 26 nov (EFE).- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, antecipou hoje que a autoridade monetária poderia cortar a taxa básica de juros na zona do euro na próxima semana se continuarem os níveis atuais de controle da inflação.

EFE |

Trichet fez estas declarações em entrevista coletiva no Cairo, após assinar hoje com as autoridades monetárias do Egito um memorando de entendimento para supervisionar o sistema bancário, como parte de uma visita oficial a este país.

"Vamos contar com nova informação abundante e não excluímos cortar a taxa de juros de novo se isso aliviar o risco de aumento dos preços", afirmou Trichet.

O presidente do BCE Pediu mais tempo para esperar a projeção dos resultados da atividade econômica do quarto trimestre deste ano, e ver se confirma a tendência negativa do terceiro.

Em discurso pronunciado antes da entrevista coletiva, Trichet destacou que, desde que surgiram os primeiros sinais da atual crise financeira, em agosto do ano passado, o BCE "atuou decisivamente para oferecer liquidez suficiente" ao sistema.

"Na zona do euro, fomos flexíveis no uso de nossos instrumentos operacionais e nos procedimentos para contribuir para um funcionamento tranqüilo no mercado interbancário", acrescentou Trichet.

Afirmou que a atual situação internacional representa "desafios extraordinários", devido ao impacto na economia real da crise financeira que surgiu nos Estados Unidos no ano passado e se estendeu ao resto do mundo.

No entanto, destacou os esforços dos Governos europeus para coordenar suas ações, assim como as políticas coordenadas que foram definidas na cúpula do Grupo dos Vinte (G20, os países mais ricos e os principais emergentes) de Washington, em 15 de novembro. EFE ag/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG