Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente diz que nenhum projeto será paralisado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assegurou que o governo federal não permitirá a paralisação de projetos de infra-estrutura por causa da crise internacional e da redução da oferta de crédito. Em rápida entrevista após o batismo da plataforma P-53 da Petrobrás, Lula afirmou que arrumar crédito para que a Petrobrás continue fazendo os investimentos que está fazendo, e para que a gente possa antecipar ao máximo a retirada de petróleo do pré-sal, não é apenas responsabilidade da Petrobrás, mas também sua.

Agência Estado |

O presidente disse que vai se empenhar pessoalmente para "conversar com quem quer que seja e viajar para onde for necessário" para que nenhum projeto da Petrobrás seja paralisado por falta de crédito.

Ao lado do presidente da estatal, Sérgio Gabrielli, que também participou do evento, Lula garantiu que "o governo federal assumirá, junto com a Petrobrás, a responsabilidade de arrumar crédito para que as obras não parem". Segundo o presidente, a paralisação de uma obra significa levar alguns meses ou anos para a retomada. "Não vamos permitir que paralise nenhum projeto da Petrobrás", declarou.

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, reconheceu que a crise é de fato mais profunda e afeta todo o sistema internacional de crédito. "Não sei se alguém pensava que ela era mais leve", ponderou. Para a ministra, a crise encontra o Brasil na situação "de maior fortalecimento dos últimos tempos". "Não é possível dizer que é um passeio, mas também não é nenhuma catástrofe como acontecia no passado."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG