Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente da Siemens anuncia corte de 16.570 empregos em todo o mundo

Frankfurt - O presidente do grupo tecnológico e eletrônico Siemens, Peter Löscher, anunciou hoje um corte de 16.570 empregos, 5.250 deles na Alemanha.

EFE |

Com isso, a Siemens espera alcançar progressivamente um objetivo de economia global no exercício 2009-2010 de 1,2 bilhão de euros nas áreas de administração e vendas.

O consórcio alemão emprega atualmente cerca de 435.000 pessoas no mundo todo.

"A Siemens precisa ser mais eficiente em uma conjuntura econômica turbulenta", disse Löscher, em entrevista coletiva.

O chefe de recursos humanos do consórcio, Siegfried Russwurm, disse que o corte será feito evitando demissões obrigadas e, na medida do possível, em colaboração com os sindicatos.

Em carta dirigida recentemente aos empregados, Löscher afirmou que "queremos conseguir clareza com rapidez negociar uma compensação justa para os empregados afetados e evitar na medida do possível demissões forçadas".

Löscher disse que a rapidez em realizar a redução do quadro de funcionários variará em função das circunstâncias, mas o objetivo é cortar 12.600 postos dos 16.570 até 2010.

Os três setores do consórcio - energia, técnica médica e setor industrial - serão atingidos pela medida.

Leia mais sobre demissões

Leia tudo sobre: demissãoempregotrabalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG