Tamanho do texto

Vamos reduzir a produção de petróleo durante a reunião de emergência da Opep na sexta-feira em Viena, afirmou nesta quinta-feira o presidente do cartel, Chakib Jelil, destacando que esse corte, no entanto, não será muito pronunciado, para evitar agravar a crise financeira.

Já a Venezuela proporá um corte de "pelo menos um milhão de barris diários", declarou em Viena o ministro da Energia de Caracas, Rafael Ramírez.

ded/gg/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.