Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Presidente da GE defende coordenação entre Governos contra recessão

Nova York, 5 fev (EFE).- O presidente da General Electric (GE), Jeffrey Immelt, afirmou hoje que a economia de Estados Unidos passa pelo pior momento desde, no mínimo, a crise de 1974-75, mas defendeu que, com o trabalho coordenado de todos os Governos, a recessão poderia estar contida este ano.

EFE |

"As pessoas estão irritadas, dentro e fora dos Estados Unidos estamos, pelo menos, como em 1974-75. Superada essa data, a seguinte seria 1929", assegurou Immelt em um ato organizado pelo "The Wall Street Journal" e pela escola de negócios IESE, da Universidade de Navarra.

No entanto, lamentou que, "ao contrário de outras crises que vivenciei, nesta quase não há liquidez", por isso "o trabalho do Governo neste ciclo é tão importante".

"Os Governos de todo o mundo se envolveram e mobilizaram em planos de estímulo. Estão todos nisto e, para mim, o Governo sempre ganha", assegurou Immelt, que expressou temor de que a economia dos EUA esteja entre as primeiras a se estabilizar, mas que demore mais que outras a se recuperar.

Ele afirmou que a nova relação "de parceria" que está sendo criada entre o Estado e as entidades financeiras -através da participação em seu capital - "nos acompanhará pelo resto de nossas corridas".

O diretor se referiu também à iniciativa do presidente do Governo dos EUA, Barack Obama, de limitar a US$ 500 mil as bonificações anuais aos diretores de empresas que recebam ajudas públicas extraordinárias.

"O Governo tem que fazer o que melhor responder aos interesses dos contribuintes", entre eles "ter os melhores funcionários disponíveis à frente das instituições financeiras do país neste momento de crise financeira", ressaltou.

Immelt elogiou outras iniciativas, como incentivos fiscais, ajudas públicas e gastos em infraestruturas, e assegurou que Obama está fazendo bem seu trabalho e corrigiu rapidamente seus erros. EFE mgl/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG