A presidente Cristina Kirchner nomeou como novo chefe de gabinete Sergio Massa, prefeito da periferia de Buenos Aires, após ter aceitado nesta quarta-feira a renúncia de Alberto Fernández, um homem-chave do governo, anunciou a agência oficial de notícias Télam.

Fernández apresentou sua renúncia depois de uma crise agrária de 130 dias que teve fim com a anulação na segunda-feira dos polêmicos impostos variáveis às exportações de grãos, depois de terem sido rechaçadas pelo Senado, o que significou uma dura derrota para o governo.

"Alberto Fernández tomou a decisão de liberar a presidente (Cristina Kirchner) para que possa eleger com absoluta liberdade sua equipe", disse à AFP uma fonte muito próxima ao gabinete afastado.

Fernández foi o homem-chave do governo desde maio de 2003, quando assumiu seu cargo junto com o ex-presidente Néstor Kirchner (2003/7) e permaneceu com Cristina.

Massa, de 36 anos, exercia o cargo de prefeito da cidade de Tigre, na periferia norte de Buenos Aires, depois de ter sido eleito em 2007.

Leia mais sobre agricultura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.