Bruxelas, 12 jan (EFE).- A Presidência tcheca da União Européia (UE) considera que, depois da assinatura sem reservas por parte da Ucrânia do documento tripartite sobre o trânsito do gás russo, a Rússia já não tem desculpa para não restabelecer a provisão à Europa.

Em declaração aos meios de imprensa o ministro tcheco de Indústria e Comércio, Martin Riman, confirmou que a Ucrânia voltou a assinar esta manhã os termos de referência fixados no documento.

"Agora as condições da Rússia foram cumpridas completamente e não tem desculpa para não restabelecer a provisão de gás imediatamente", disse o presidente rotativo do Conselho de Ministros de Energia da UE.

Riman anunciou que os ministros europeus, que realizam esta tarde em Bruxelas uma reunião extraordinária, pedirão à Rússia que restabeleça o gás imediatamente. EFE rjm/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.