Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pré-sal pode virar ações da Petrobras

O uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para comprar ações da Petrobras faz parte de um caldeirão de idéias que circulam pelo governo, todas com o objetivo de dar à estatal o fôlego financeiro necessário para investir na camada do pré-sal, localizada abaixo do leito marinho. Algumas, embora estejam tecnicamente em análise, não têm a menor chance de ser implementadas.

Agência Estado |

A mais exótica, revelada por um alto integrante do governo, é utilizar cerca de US$ 20 bilhões das reservas internacionais para fazer um empréstimo à Petrobras. A proposta foi inspirada pela crise financeira, que fez encolher as linhas de crédito no mundo. Quem a defende argumenta que o Brasil possui US$ 208 bilhões em reservas que poderiam financiar investimentos sem prejudicar as contas do País. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, descarta a alternativa. A idéia não foi discutida pela comissão de ministros que estuda novas regras para o petróleo. Tampouco o uso do FGTS passou pelo crivo do grupo.

Com mais chances de ser implementada, está em debate a proposta de usar parte das reservas brasileiras de petróleo para fazer caixa para a Petrobras. Campos produtores já medidos poderiam ser licitados, e os recursos financiariam os investimentos iniciais para a exploração do pré-sal.

Não há, porém, nenhuma decisão de governo a respeito dessas alternativas. A comissão interministerial do petróleo deverá concluir seus trabalhos na próxima quinta-feira (dia 25) e apresentar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, até o fim do mês, uma série de opções. Entre as propostas, estará um plano de capitalização para a Petrobras. O governo pretende fixar um valor para as reservas do pré-sal, emitir títulos e transformar os recursos arrecadados em ações da Petrobras, no ano que vem. Será, na prática, uma forma de o governo investir e dar musculatura financeira à Petrobras sem queimar o Orçamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG