SÃO PAULO - Os contratos futuros de petróleo registraram nova baixa nesta segunda-feira, diante da preocupação dos investidores com a relação entre oferta e demanda, apesar da desvalorização do dólar frente ao euro. Em Nova York, o vencimento do contrato de WTI para maio caiu US$ 0,58 ou 0,7%, para US$ 84,34, enquanto o vencimento de junho terminou em baixa de US$ 0,35, a US$ 85,28 o barril. Em Londres, o Brent de maio fechou cotado a US$ 84,77, com perda de US$ 0,06, mas o contrato de junho subiu US$ 0,07, para US$ 85,71.

SÃO PAULO - Os contratos futuros de petróleo registraram nova baixa nesta segunda-feira, diante da preocupação dos investidores com a relação entre oferta e demanda, apesar da desvalorização do dólar frente ao euro. Em Nova York, o vencimento do contrato de WTI para maio caiu US$ 0,58 ou 0,7%, para US$ 84,34, enquanto o vencimento de junho terminou em baixa de US$ 0,35, a US$ 85,28 o barril. Em Londres, o Brent de maio fechou cotado a US$ 84,77, com perda de US$ 0,06, mas o contrato de junho subiu US$ 0,07, para US$ 85,71. Novamente, o mercado mostrou-se preocupado com o crescimento seguido dos estoques de petróleo americanos, o que indicaria uma demanda menor do que o esperado, apesar dos sinais de recuperação da economia. O contraponto do dia ficou com a desvalorização do dólar frente ao euro, o que, em tese, favorece a alta das commodities. O movimento cambial foi reflexo do anúncio, no fim de semana, do pacote de ajuda dos países da zona do euro e do FMI à Grécia, no montante de 45 bilhões de euros. (Téo Takar | Valor com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.