Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Premiê tcheco viaja a Kiev para ver trabalho de observadores na crise do gás

Praga, 9 jan (EFE).- O primeiro-ministro tcheco, Mirek Topolanek, viajará hoje à Ucrânia para verificar que os observadores enviados pela Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) estão em seus pontos de controle, de acordo com o definido na noite passada com o chefe do Governo russo, Vladimir Putin.

EFE |

Topolanek, que lidera a Presidência rotativa da UE, viajará hoje após ter falado na quinta-feira à noite com o presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, e sua primeira-ministra, Yulia Timoshenko, informaram fontes diplomáticas tchecas.

Acrescentaram que a viagem a Kiev permitirá a Topolanek comprovar que os observadores enviados por Bruxelas estão nos oito pontos de controle, de modo que a retomada do envio de gás russo através da Ucrânia possa acontecer de forma imediata.

Após o fracasso inicial das conversas a três lados em Bruxelas, Topolanek falou durante a noite com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com Putin, de quem obteve o acordo russo sobre as condições de mobilização da missão de vigilância em todos os lugares que são pertinentes para o fluxo de gás", afirmou a Presidência da UE - nas mãos da República Tcheca.

Topolanek também falou na noite da quinta-feira com os primeiros-ministros da Eslováquia, Hungria e Polônia, assim como com o presidente polonês. EFE jms-rcf/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG