Tamanho do texto

Premiê japonês diz estar pronto para intervir no câmbio de novo

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão sinalizou nesta quinta-feira que as autoridades continuarão intervindo no mercado para conter a alta do iene se for necessário.

Na véspera, o país interveio no mercado de câmbio pela primeira vez em seis anos.

O primeiro-ministro Naoto Kan sinalizou nesta quinta-feira mais ações, se necessário.

"Se rápidas flutuações do iene prejudicarem o apetite das empresas japonesas por investimento domésticos e as levarem para fábricas fora, iso pode piorar as condições de emprego e afetar o combate à deflação", afirmou ele.

"Tomarei ações decisivas se necessário."

(Por Leika Kihara e Izumi Nakagawa)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.