Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Premiê da Tailândia declara estado de emergência após choques

SÃO PAULO - O primeiro-ministro da Tailândia, Samak Sundaravej, declarou estado de emergência na capital, Bangcoc, depois de choques violentos entre partidários e opositores ao premiê. Os confrontos resultaram na morte de uma pessoa e dezenas acabaram feridos. Há uma semana acontecem protestos pedindo a renúncia de Samak.

Valor Online |

Para tentar controlar a situação, o primeiro-ministro deu ao Exército o poder de dissolver reuniões com mais de cinco pessoas, deter e retirar indivíduos de qualquer lugar e deslocar tropas para ajudar a polícia a manter a ordem.

O comandante das Forças Armadas, general Anupong Paojinda, responsável por aplicar as medidas de emergência, garantiu que não dará um golpe de Estado e que a crise política será solucionada por meios legais e democráticos.

Ativistas acusam Samak de agir pelo ex-premiê Thaksin Shinawatra, denunciado por corrupção e cujo governo foi deposto por meio de um golpe militar em 2006.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG