solução global - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Premiê britânico diz que crise requer solução global

Londres, 18 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, que presidirá a cúpula do Grupo dos Vinte (G20, os países mais ricos e os principais emergentes) em 2 de abril, insistiu hoje em que a crise econômica só poderá ser resolvida através de uma solução global.

EFE |

Em entrevista coletiva realizada em sua residência de Downing Street, Brown disse que cada continente deve aceitar "responsabilidades e obrigações para agir e enfrentar um problema global, que só poderá ser resolvido com uma solução global".

Sobre as medidas de estímulo fiscal, anunciadas ontem pelos Estados Unidos, o primeiro-ministro disse que os países devem estimular a economia, oferecer ajuda para "o investimento e a redução da taxa de juros".

"Acho que uma das características de nossas conversas na cúpula do G20 de 2 de abril é (ver) como todos os países se unem para isso", acrescentou Brown, que hoje se reuniu com o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, e com o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick.

"Alguns terão que fazer mais sobre a taxa de juros, alguns podem dar mais estímulo fiscal. Toda a ideia do G20 é que o mundo deve tomar medidas para abordar um problema global", disse Brown, sobre a próxima reunião do grupo.

A conferência de hoje coincidiu com a publicação de um relatório sobre as medidas que o Reino Unido considera necessárias em nível internacional para conseguir a recuperação da economia global.

Entre os pontos colocados pelo documento estão oferecer empréstimos às famílias e às empresas, a renúncia ao protecionismo e a reforma das instituições financeiras internacionais. EFE vg/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG