Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os principais índices de ações europeus fecharam em queda, pressionados pelos papéis do Royal Bank of Scotland, depois que a instituição disse que deve ter registrado prejuízo de mais de 28 bilhões de libras (US$ 41,34 bilhões) em 2008. O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais ações européias, recuou 1,58%, para 791 pontos, menor patamar desde 21 de novembro.

Os bancos foram os responsáveis pelas maiores perdas do índice e pela maior queda setorial. As ações do Royal Bank of Scotland afundaram 64,3%. Também no setor financeiro, BNP Paribas, Deutsche Bank e Lloyds caíram entre 5,7% e 30,8%.

Os negócios na Europa foram menos intensos, uma vez que as Bolsas em Nova York permaneceram fechadas devido ao feriado do Dia de Martin Luther King. Hoje as bolsas reabrirão nos EUA com as atenções voltadas para a posse do presidente eleito, Barack Obama.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em queda de 0,93%, a 4.108 pontos. Em Frankfurt, queda de 1,15%, para 4.316 pontos. Em Paris, recuou 0,9%, para 2.989 pontos. Em Madri, recuo de 1,45%. Em Lisboa, desvalorização de 1,29%.

(Valor Econômico)