Londres, 10 nov (EFE).- O banco HSBC, o maior da Europa, anunciou hoje que seus prejuízos relacionados à crise do mercado imobiliário dos EUA alcançaram US$ 4,3 bilhões no terceiro trimestre do ano.

Isto representa um aumento de US$ 700 milhões em comparação ao segundo trimestre do ano atual, acrescentou a instituição bancária em comunicado divulgado hoje, no qual não apresentou números sobre receitas ou lucro líquido.

Segundo o banco, espera-se que o lucro correspondente ao terceiro trimestre do ano seja superior ao do mesmo período do ano anterior.

Mas diminuirão, acrescentou, os correspondentes aos nove meses de 2008 em comparação a 2007 por causa da fraqueza no mercado nos EUA.

Apesar da situação no setor imobiliário nos EUA, o banco registrou um forte crescimento nos mercados em desenvolvimento, como Ásia, Oriente Médio e América Latina. EFE vg/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.