Washington, 31 jul (EFE) - A empresa de financiamento de empréstimos para o automóvel e hipotecas GMAC perdeu US$ 2,482 bilhões no segundo trimestre do ano por causa dos elevados preços do combustível. No mesmo período de 2007, a GMAC - o antigo braço financeiro da General Motors (GM) agora sob o controle da firma de investimentos Cerberus - ganhou US$ 293 milhões. A GMAC disse que teve perdas de US$ 717 milhões em conseqüência da queda de vendas de veículos, assim como significantes perdas de US$ 1,860 bilhão em Residential Capital (ResCap), a unidade dedicada a hipotecas de imóveis e estabelecimentos comerciais. O executivo-chefe da GMAC, Álvaro G. de Molina, afirmou em um comunicado que um ambiente econômico frágil e a contínua volatilidade nos mercados hipotecários e de crédito afetaram os resultados de forma significativa no segundo trimestre.

A GMAC disse que contava com um efetivo consolidado de US$ 14,3 bilhões em 30 de junho, ligeiramente abaixo dos US$ 14,8 bilhões com os quais terminou o primeiro trimestre.

Os números da GMAC afetarão as contas da General Motors que reportará amanhã os resultados do segundo trimestre.

A GM detém 49% da GMAC, enquanto a Cerberus, que também controla o Grupo Chrysler, tem 51%.

A GMAC disse que sua carteira de empréstimos no setor de automóvel dos Estados Unidos incluía aproximadamente US$ 30 bilhões em ativos em 30 de junho de 2008, dos quais aproximadamente US$ 12 bilhões são empréstimos de 4x4, US$ 6 bilhões de caminhonetes e US$ 12 bilhões em carros. EFE crd/ab/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.