Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preços no varejo paulistano sobem 0,19% em setembro, apura Fecomercio

SÃO PAULO - Os varejistas da cidade de São Paulo elevaram em 0,19%, em média, o preço de seus produtos durante o mês de setembro, conforme aponta o Índice de Preços no Varejo (IPV) da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio). O resultado mostra uma aceleração inflacionária, já que em agosto a entidade havia apurado recuo nos preços de 0,07%.

Valor Online |

O IPV acumula variação de 4,07% entre os meses de janeiro e setembro e alta de 5,61% na avaliação dos últimos 12 meses.

Dos 21 grupos avaliados pela Fecomercio, quinze apresentaram elevação média de preços: Floriculturas (2,46%), Material de Construção (2,14%), Material de Escritório (0,72%), Relojoarias (0,66%), Drogarias e Perfumarias (0,62%), Vestuário, Tecidos e Calçados (0,56%), Padarias (0,49%), Combustíveis e Lubrificantes (0,36%), Açougues (0,34%), Eletrodomésticos (0,22%), CDs (0,13%), Autopeças e Acessórios (0,05%), Veículos (0,04%) e Móveis e Decorações (0,02%).

Já nos grupos Feiras (-1,01%), Eletroeletrônicos (-0,64%), Brinquedos (-0,37%), Livrarias (-0,15%), Supermercados (-0,08%) e Óticas (-0,03%), a variação negativa nos preços funcionou como contrapeso para amenizar a alta do índice geral.

Segundo a Fecomercio, o comportamento das taxas de câmbio nas próximas semanas será decisivo para determinar a evolução dos preços do varejo paulistano, sobretudo nos grupos que dependem muito da venda de importados. A entidade está atenta também às variações das commodities, que têm grande influência sobre os preços que chegam ao varejo.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG