Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preços no atacado da Europa caem mais que o esperado em novembro

BRUXELAS - Uma acentuada queda nos custos com energia abateu os preços ao produtor da zona do euro além do esperado em novembro, sinalizando uma desaceleração das pressões inflacionárias e fortalecendo expectativas para que o Banco Central Europeu (BCE) corte as taxas de juros na reunião da próxima semana. Os preços aos produtores de 15 países que usam o euro caíram 1,9% em novembro na comparação mensal e registraram alta de 3,3%na leitura anual, informou o departamento de estatísticas da União Européia, Eurostat, nesta quarta-feira.

Reuters |

Economistas entrevistados pela Reuters esperavam uma queda mensal de 1% e um crescimento anual de 4,3%.

Os preços ao produtor são um termômetro das pressões inflacionárias porque suas altas são eventualmente repassadas aos consumidores.

Em dezembro, os preços ao consumidor recuaram 1,6% no ano ante taxa de 2,1% em novembro, apurou a Eurostat na terça-feira.

O Banco Central Europeu, que se reunirá em 15 de janeiro para decidir juros, tem meta para inflação na zona do euro abaixo de 2%. O banco já reduziu os juros em 175 pontos-base desde outubro para o atual patamar de 2,5%, alegando que as pressões da inflação estavam enfraquecendo.

Muitos economistas esperam que o BCE reduza novamente as taxas de juros em 50 pontos-base.

Leia mais sobre preços

Leia tudo sobre: preços

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG