Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preços do petróleo recuam em Nova York e sobem em Londres

SÃO PAULO - A trajetória de baixa dos preços do petróleo teve continuidade nesta jornada em Nova York, ainda pressionada pelo aumento maior do que o esperado dos estoques americanos do produtos, divulgado ontem pelo Departamento de Energia dos EUA. Já em Londres, os preços tiveram ligeira correção e fecharam em alta.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para o mês de março em Nova York caiu US$ 1,96, para US$ 33,98. O vencimento para o mês seguinte declinou US$ 0,30, para US$ 42,17. Em Londres, o barril de Brent para o mês que vem fechou a US$ 44,65, com alta de US$ 0,37. O contrato para abril subiu US$ 0,71, para US$ 46,03.

O impacto de um novo aumento dos estoques de cru veio acompanhado também da elevação das reservas de Cushing, para pronta entrega em Nova York, que aumentou em 1,7% na última semana. Ao mesmo tempo, agentes de mercado continuam reduzindo as previsões de demanda global, como fez ontem a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês).

Não bastasse esses fatores de mercado, o humor dos investidores está muito afetado pelo ceticismo em relação aos pacotes financeiros do governo de Barack Obama e colocam em dúvida a eficiência tanto do pacote de estímulo fiscal como do plano de resgate para o setor bancário.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG