SÃO PAULO - Os investidores nos mercados de petróleo resolveram embolsar ganhos recentes e seguem a paridade do dólar em relação a outras moedas. O relatório sobre os estoques de óleo cru e derivados dos Estados Unidos também entra na pauta dos agentes. O documento será apresentado amanhã e a expectativa de alguns agentes é de recomposição nos níveis de cru.

Outro fator em análise é o movimento nas praças acionárias internacionais.

Minutos atrás, em Londres, o Brent para abril tinha queda de US$ 0,79, cotado a US$ 79,68. O vencimento de maio declinava US$ 0,75, para US$ 79,92.

Em Nova York, o WTI com entrega em abril estava a US$ 81,29, com baixa de US$ 0,58. O contrato de maio era transacionado a US$ 81,66, decréscimo de US$ 0,65.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.