SÃO PAULO - Os preços do petróleo sobem nesta jornada perante inquietações sobre possíveis interrupções na oferta do produto. Há informações de que um oleoduto na Turquia poderá ficar fechado por até duas semanas.

A imprensa internacional reportou que o oleoduto Baku-Tbilisi-Ceyhan (BTC), da Turquia, responsável por transportar quase 1 milhão de barris por dia, pode ficar sem operar por uma semana ou mais. Ele teria sido alvo de um ataque de um grupo rebelde curdo. O fluxo de petróleo teve de ser interrompido por causa de explosão e incêndio.

O caso iraniano também merece atenção. Ontem, americanos e britânicos disseram que existe um acordo entre as seis grandes potências - Inglaterra, EUA, China, França, Alemanha e Rússia - para novas sanções ao Irã após o país recusar o congelamento de suas atividades nucleares. Os russos negaram, contudo, haver acerto.

Minutos atrás em Londres, o Brent para setembro subia US$ 1,13, a US$ 118,13. O vencimento de outubro era transacionado a US$ 118,95, com elevação de US$ 0,85.

Em Nova York, o WTI com entrega em setembro estava a US$ 120,6, alta de US$ 2,02. O contrato de outubro aumentava US$ 1,36, a US$ 119,80.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.