Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preços baixos e alta dos custos afetarão agronegócio, avalia Famato

Cuiabá, 11 - O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Otoni Prado, disse que os baixos preços e a alta dos custos de transporte afetarão o desempenho do setor agropecuário em 2010, principalmente em Mato Grosso, apesar da perspectiva de colheita de uma safra cheia. Prado explicou que o frete de Sorriso para Paranaguá neste início de ano está na faixa de R$ 230 por tonelada, ante R$ 180 em igual período do ano passado.

Agência Estado |

O aumento do custo de transporte reduz as margens dos produtores rurais, que já vinha pressionada pela desvalorização cambial.

Em relação à queda expressiva do PIB agropecuário no ano passado, Rui Prado disse que o setor de carnes foi o que enfrentou maiores dificuldades em Mato Grosso no ano passado, em função da quebra dos frigoríficos, provocada pela crise financeira internacional. Os dados da Secretaria de Comércio Exterior mostram que o volume das exportações de carne bovina de Mato Grosso recuou 18% no ano passado, e a receita caiu 26%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG