Tamanho do texto

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 1,6% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado, depois de avançar 1,7% em julho, na mesma base de comparação

selo

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 1,6% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado, depois de avançar 1,7% em julho, na mesma base de comparação. O resultado para os 16 países que utilizam o euro como moeda ficou em linha com a estimativa preliminar anunciada em 31 de agosto, informou hoje a agência de estatísticas da União Europeia (Eurostat). Em relação a julho, o CPI registrou leve alta de 0,2% em agosto, após recuar 0,3% no mês anterior.

Os números ficaram em linha com a média das estimativas do mercado. No entanto, a taxa anual de inflação ficou abaixo da meta estipulada pelo Banco Central Europeu (BCE) desde dezembro de 2008, de pouco menos de 2%. Os números mostraram que, na comparação com o mesmo mês do ano passado, a taxa de inflação dos alimentos subiu para 1,1% em agosto, ante 0,8% em julho, enquanto os preços de energia recuaram para 6,1%, ante o índice de 8,1% registrado em julho. A taxa de inflação do vestuário caiu de 0,7% em julho para 0,2% em agosto.

O núcleo do índice de preços ao consumidor - que exclui os voláteis preços de energia, alimentos, cigarros e álcool - permaneceu estável em 1% em agosto, em bases anuais. Na comparação mensal, o núcleo do CPI subiu 0,4%, após recuar 0,5% em julho. Entre as três maiores economias da zona do euro, a taxa anual da inflação da Alemanha recuou de 1,2% em julho para 1% em agosto. A da França caiu de 1,9% para 1,6% e a da Itália ficou estável em 1,8%.

No início deste mês, o BCE manteve a taxa de juros básica da economia em 1% ao ano - nível no qual permanece desde maio de 2009. O presidente da autoridade monetária, Jean-Claude Trichet, disse que os desdobramentos dos preços no médio prazo continuam moderados e as expectativas para a inflação estão firmemente ancoradas. O Banco Central Europeu (BCE) projeta uma taxa de inflação na zona do euro entre 1,5% e 1,7% em 2010. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.