A confiança entre os consumidores arrefeceu para menos 18 em maio, contra menos 15 em abril

A inflação da zona do euro acelerou em maio, enquanto a confiança econômica diminuiu fortemente, em parte devido a uma revisão de metodologia, segundo pesquisas divulgadas nesta segunda-feira.

A agência de estatísticas Eurostat informou que os preços ao consumidor subiram 1,6% sobre maio de 2009, acima da alta anual de 1,5% apurada em abril.

O dado é preliminar e não inclui a comparação com o mês imediatamente anterior. O Banco Central Europeu (BCE) tem como meta manter a inflação abaixo e próxima de 2% no médio prazo.

Em outro relatório, a Comissão Europeia informou que a confiança econômica da zona do euro caiu para 98,4 em maio, ante 100,6 em abril.

"Os últimos desenvolvimentos do índice são influenciados por mudanças na classificação de atividades econômicas implementadas em maio", disse a Comissão em nota.

"Análises internas indicam que a mudança afetou o nível, tornando a interpretação mais difícil. A mudança de nível não afetou, no geral, a direção da variação (do índice), apenas sua magnitude."

O componente de confiança da indústria recuou para menos 6 neste mês, comparado a menos 7 em abril. No setor de serviços, houve queda para mais 3, ante mais 6.

A confiança entre os consumidores arrefeceu para menos 18 em maio, contra menos 15 em abril. No varejo, o índice caiu para menos 5, contra menos 1 antes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.