O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da China caiu 0,5% em outubro em comparação com outubro do ano passado, após declínio de 0,8% em setembro, informou nesta quarta-feira o governo chinês. A queda de outubro superou a média das previsões dos economistas, de declínio de 0,4%.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237573653704&_c_=MiGComponente_C

Embora o CPI tenha declinado pelo nono mês seguido, a China tem demonstrado preocupações no último mês sobre o risco de inflação. Desta forma, mudanças no CPI poderão sinalizar quando o governo começará a relaxar seus esforços para ajudar a impulsionar o crescimento da economia e, talvez, apertar sua política monetária.

Já o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) caiu 5,8% em outubro ante um ano antes, em seu 11º mês consecutivo de queda, mas abaixo do recuo de 7% em setembro. A média das previsões para o índice era de queda de 5,1%.

Indústria

A produção industrial e as vendas no varejo subiram em outubro na China ante o mesmo mês do ano passado, informou o Escritório Nacional de Estatísticas, em mais um sinal de que a recuperação da economia chinesa está em firme passo.

A produção industrial subiu 16,1% em comparação a outubro do ano passado, superando o aumento anual de 13,9% de setembro e a estimativa dos economistas de elevação de 15,5%. As vendas no varejo subiram 16,2% no mês passado na comparação com outubro de 2008, superando o crescimento de setembro de 15,5%.

Balança comercial

A China registrou superávit comercial de US$ 24 bilhões em outubro, quase o dobro dos US$ 12,93 bilhões de setembro, informou a Administração Geral Alfandegária. As previsões eram de um superávit de US$ 19,5 bilhões. As exportações totalizaram US$ 110,76 bilhões, enquanto as importações somaram US$ 86,78 bilhões.

O total das exportações representa uma queda de 13,8% ante outubro do ano passado, inferior ao declino de 15,2% de setembro, mas superior ao recuo de 12,5% previsto por economistas. Em bases ajustadas sazonalmente, as exportações caíram 9,1% no mês passado ante um ano antes.

Já as importações caíram 6,4% frente a um ano antes, declínio superior à queda de 3,5% de setembro e acima das expectativas de recuo de 0,8%. Em bases ajustadas sazonalmente, as importações subiram 7,3% em outubro ante um ano antes. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre : China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.