Tamanho do texto

Por enquanto, os carros elétricos têm preços proibitivos mesmo nos países desenvolvidos, onde há uma disputa entre as montadoras para lançar o produto de forma comercial. Hoje, veículos com essa tecnologia têm produção limitada e atuam apenas em nichos de mercado, com vendas restritas.

O interesse das empresas em desenvolver carros dessa categoria mais acessíveis cresce na proporção do aumento do preço do petróleo e da urgente necessidade de redução de emissões de poluentes. A General Motors trabalha no lançamento, em 2010, do Chevrolet Volt, modelo que deverá ter as primeiras unidades produzidas oficialmente este mês, para as comemoração do centenário da montadora. Até agora, foram apresentados apenas protótipos do carro, que terá propulsão elétrica, com as rodas movidas a bateria.

A alemã Daimler divulgou recentemente que pretende vender 10 mil carros elétricos até 2012. No próximo ano, a empresa deve apresentar os primeiros protótipos do Smart ForTwo e do Classe A com propulsão elétrica integral. A também alemã BMW estuda a possibilidade de uma versão elétrica do Mini, fabricado pela empresa na Inglaterra. A Mitsubishi pretende lançar o i-MiEV no Japão em 2009. A Renault trabalha no desenvolvimento do carro elétrico para 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.