Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço dos imóveis na China tem menor aumento em três anos

Pequim, 10 dez (EFE).- O setor imobiliário chinês, um dos mais prósperos do mundo, é fortemente afetado pela crise financeira, segundo indicam as estatísticas de novembro, quando o preço dos imóveis aumentou 0,2%, o crescimento mais baixo em três anos, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Os preços da propriedade imobiliária nas 70 principais cidades chinesas ainda perderam 1,6 ponto percentual em comparação com outubro, segundo dados da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento da China, principal órgão econômico.

Esta média de crescimento é a mais baixa desde que a Comissão começou a publicar os dados, em julho de 2005, informou hoje o jornal oficial "China Daily".

O aumento do preço da moradia chinesa caiu desde o início do ano, apesar das ambiciosas expectativas dos proprietários pelos Jogos Olímpicos de agosto, já que em janeiro aumentou 11,3% e, em maio, o dado era já inferior a dois dígitos.

No entanto, o preço da moradia popular nas 70 cidades aumentou em novembro 0,6% em relação ao mesmo período de 2007.

Em 43 destas cidades, o preço imobiliário caiu em novembro, como foi o caso de Shenzhen (um dos principais centros financeiros do país), com 2,4%; Nanquim, com 2,2% , e Xiamen, com 2,9%. EFE mz/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG