Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do petróleo volta a cair em NY, a US$ 91,15

Os preços do petróleo caíram de forma acentuada nesta terça-feira, em Nova York, onde os investidores decidiram buscar abrigo em ativos mais líquidos, no meio de uma tempestade financeira que afeta todos os mercados.

AFP |

O barril "light sweet" para entrega em outubro encerrou em 91,15 dólares, uma queda de 4,56 dólares em relação ao fechamento de segunda-feira. Durante a sessão, os preços chegaram a flertar com a barreira dos 90 dólares, chegando a cair até 90,51 dólares, em Nova York.

Já o Brent recuou até 89 dólares, em Londres, nível que não se via nos últimos sete meses.

Os preços da commodity perderam 10 dólares em duas sessões, situando-se, agora, 38% abaixo de seus recordes históricos de início de julho, em 147 dólares.

As razões dessa queda "têm pouco a ver com os fundamentos", explicou Mike Fitzpatrick, da MF Global, avaliando que "os preços dos ativos de todo tipo continuam sendo pressionados para baixo nesse momento, para obter 'cash' e evitar o risco".

O tumulto financeiro continuava nessa terça, com a incerteza sobre o futuro da seguradora AIG substituindo o anúncio de que o banco de investimentos Lehman Brothers se amparava na Lei de Falências americana, assim como da compra do Merrill Lynch por parte do Bank of America.

"Assim como ontem (segunda-feira), trata-se da combinação de más notícias econômicas e de relativamente boas notícias sobre as (moderadas) conseqüências do furacão Ike, o que faz os preços baixarem", observou James Williams, da WTRG Economics.

"Os portos reabrem, pelo menos, para os navios menores. Isso significa que o retorno às plataformas será mais rápido e, com isso, o retorno da produção de gás natural e de petróleo", acrescentou Williams.

mla/tt

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG