Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do petróleo Texas sobe mais de US$ 4 em Nova York

Nova York, 30 jul (EFE) - O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) ficou hoje 3,8% mais caro, uma alta de mais de US$ 4, e se aproxima dos US$ 127 em Nova York, após ser divulgado que as reservas de gasolina baixaram em mais de três milhões de barris na semana passada nos Estados Unidos.

EFE |

Ao fim do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de WTI para entrega em setembro ficaram a US$ 126,77 o barril (159 litros), após subir US$ 4,58 em relação ao preço anterior.

Os contratos de gasolina para agosto somaram US$ 0,13 ao preço de terça-feira e fecharam a US$ 3,1351 por galão (3,78 litros).

O gasóleo de calefação para esse mês registrou uma alta de quase US$ 0,05 e ficou a US$ 3,5203 o galão.

Os contratos de gás natural para setembro fecharam a US$ 9,24 por mil pés cúbicos, US$ 0,11 a mais que no dia anterior.

O preço do petróleo WTI inverteu a tendência de baixa com que tinha iniciado o pregão após o Departamento de Energia americano (DOE) divulgar os dados semanais de reservas, que, no caso do petróleo, foram mais favoráveis que o previsto.

As reservas de petróleo baixaram em 100 mil barris, comparado com uma redução de mais de um milhão de barris prevista pelos analistas.

O volume de reservas na semana passada, de 295,2 milhões, foi 13,7% inferior ao estoque de um ano antes.

Os operadores também esperavam os dados da demanda por combustíveis, que se mantém abaixo dos níveis do ano passado.

O volume de combustíveis enviados ao mercado durante as últimas quatro semanas foi de um total de 20,2 milhões de barris diários, 2,4% a menos que no mesmo período de 2007.

A demanda específica de gasolina nesse período foi de uma média de 9,4 milhões de barris diários, também 2,4% inferior à de um ano.

A redução no consumo de gasolina contribuiu para que caíssem os preços desse combustível no mercado atacadista e também na venda ao público nos últimos dias, com o alívio para os consumidores.

O galão de gasolina era vendido hoje a uma média de US$ 3,92 em nível nacional, US$ 0,02 menos que no dia anterior, e o diesel se situava em US$ 4,71 o galão, US$ 0,01 a menos que na terça-feira, segundo dados divulgados diariamente pela associação AAA. EFE vm/db

Leia tudo sobre: petroleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG