SÃO PAULO - Os preços do petróleo não apresentam direção única. Os agentes continuam atentos aos debates sobre o plano de salvamento do sistema financeiro nos Estados Unidos e mantêm-se cautelosos com relação à saúde da economia do país e o que isso pode ter de impacto na demanda por produtos energéticos.

Além disso, os participantes nos mercados de commodities acompanham a situação no Golfo do México, que abriga um quarto da produção de petróleo dos Estados Unidos.

Segundo a Agência de Serviços de Administração de Minerais do país, mais de 60% da produção de petróleo e de gás natural na região do Golfo continua suspensa depois da passagem do furacão Gustav e Ike.

Há pouco em Nova York, o WTI com entrega em novembro era transacionado a US$ 105,85, com acréscimo de US$ 0,12. O contrato do último mês de 2008 estava a US$ 104,85, uma baixa de US$ 0,17.

Em Londres, o Brent para novembro cedia US$ 0,09, a US$ 102,36. O vencimento de dezembro, contudo, tinha pequeno avanço, de US$ 0,02, a US$ 103,32.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.