SÃO PAULO - Os agentes nos mercados de petróleo estudam os dados divulgados nesta manhã pelo governo americano sobre as reservas de produtos energéticos do país.

Os estoques de petróleo cru somaram 296,9 milhões de barris na semana passada, com elevação de 1,7 milhão de barris no confronto com uma semana antes. Muitos analistas esperavam retração.

No mesmo período, os níveis de gasolina declinaram em 4,4 milhões de barris, bem mais do que o esperado. As marcas de destilados elevaram-se em 2,8 milhões de barris, ligeiramente acima das projeções.

Em Londres instantes atrás, o Brent para setembro diminuía US$ 1,34, a US$ 116,36. O contrato de outubro baixava US$ 1,49, saindo a US$ 117,60.

Em Nova York, o WTI para setembro perdia US$ 1,92, cotado a US$ 117,25. O vencimento de outubro estava a US$ 118,90, com recuo de US$ 0,32.

Ontem, os preços do petróleo cederam pelo segundo dia consecutivo.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.