SÃO PAULO - Os participantes nos mercados de petróleo reconsideram o relatório referente à situação dos estoques de energia apresentado ontem pelo governo dos Estados Unidos. No documento, constou um acréscimo de 4,7 milhões de barris nas reservas de petróleo cru na semana passada, mais do que o esperado por muitos analistas. Os estoques de gasolina e de destilados declinaram.

Os agentes mostram ainda cautela com relação ao plano de estímulo da economia americana.

Em Londres, o Brent para março aumentava US$ 0,27, a US$ 44,55. O contrato de abril subia US$ 0,41, cotado a US$ 45,73.

Em Nova York, no entanto, o WTI para março perdia US$ 0,97, saindo a US$ 34,97. O vencimento de abril era transacionado a US$ 42,10, com decréscimo de US$ 0,37.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.