SÃO PAULO - O relatório de energia dos Estados Unidos merece atenção dos agentes nos mercados de petróleo nesta quarta-feira. O documento contemplou um aumento nas reservas de óleo cru e gasolina na semana passada, mas queda nos níveis de destilados.

O acréscimo de 7,2 milhões nas reservas de cru na semana terminada em 30 de janeiro superou as estimativas de alguns analistas, de 2,9 milhões de barris.

Houve elevação de 300 mil nas marcas de gasolina e queda de 1,4 milhão de barris nos estoques de destilados. As projeções eram de aumento de 1,3 milhão de barris e redução de 1,2 milhão de barris, respectivamente.

Em Nova York, o WTI para março subia US$ 0,23, cotado a US$ 41,01. O vencimento de abril estava a US$ 44,52, com alta de US$ 0,48.

Em Londres, o Brent para março era negociado com avanço de US$ 0,05, a US$ 44,13. O contrato de abril estava a US$ 46,08, elevação de US$ 0,39.

(Valor Online, agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.