SÃO PAULO - Os preços do petróleo caem nesta tarde. Os agentes avaliam a possibilidade de interrupção da produção no Golfo do México em decorrência da passagem de uma tempestade tropical. Existem previsões de que a tempestade Dolly não atingirá as instalações petrolíferas na região.

Ontem, a Shell começou a retirar seu pessoal das plataformas na área do Golfo do México. Fizeram o mesmo a Exxon Mobil, a BP e a Chevron, entre outras companhias.

Nesta manhã, Dolly ganhou força e deve virar furacão antes de tocar em terra perto da fronteira dos Estados Unidos e México amanhã, disseram meteorologistas do Centro Nacional de Furacões (NHC), localizado em Miami.

Minutos atrás em Nova York, o WTI para agosto declinava US$ 4,41, a US$ 126,90. O vencimento de setembro estava a US$ 127,25, com declínio de US$ 4,57.

Em Londres, o Brent para setembro era transacionado a US$ 127,97, com queda de US$ 4,64. O contrato de outubro baixava US$ 4,61, saindo a US$ 128,90.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.