Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do petróleo inverte e sobe mais de US$ 1 por recuo do dólar

SÃO PAULO - Os preços futuros de petróleo encerraram o pregão desta terça-feira com valorização após três dias seguidos de queda das cotações. A depreciação do dólar frente ao euro voltou a conduzir as operações técnicas do dia, mas os agentes também levaram em conta as previsões para o comportamento dos estoques americanos de cru e derivados na última semana, que será conhecido amanhã.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para o mês de setembro encerrou a US$ 114,53, com alta de US$ 1,66. O vencimento para o mês seguinte subiu US$ 1,65, para US$ 114,54. Em Londres, o barril de Brent pra outubro avançou US$ 1,31, para US$ 113,25. O contrato para novembro fechou a US$ 114,55, com valorização de US$ 1,36.

A oscilação do dólar continua tendo grande interferência sobre o preço das commodities. A apreciação da moeda americana vem sustentando a correção do barril do petróleo, mas quando a moeda inverte o rumo, o mesmo ocorre com a cotação do cru e de metais como o ouro.

A moeda tem mostrado tendência de alta, mas a maior inflação medida pelo índice de preços ao produtor nos Estados Unidos ficou acima das projeções e acabou justificando a depreciação de hoje perante várias divisas, especialmente o euro.

Na análise de fundamentos, os agentes também levam em consideração as estimativas de mercado para as reservas americanas de energia, cujo relatório será divulgado amanhã pelo governo dos EUA. A perspectiva é de que os estoques de gasolina apontem a quarta baixa consecutiva. Para os estoques de cru e de destilados não há consenso no segmento.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG