Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Preço do petróleo fecha com alta por aumento do risco de furacão

SÃO PAULO - Os preços do petróleo subiram mais de US$ 1 por barril hoje no mercado futuro, devido às previsões de que o furacão Gustav afete as instalações das petroleiras no Golfo do México, onde está concentrada 20% da produção americana de óleo cru. O reconhecimento pela Rússia da independência das regiões separatistas da Geórgia também contribuiu para a trajetória.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para outubro em Nova York fechou com alta de US$ 1,16, para US$ 116,27. O contrato para o mês seguinte fechou a US$ 116,70, com valorização de US$ 0,99. Em Londres, o barril de Brent para outubro avançou US$ 0,60, para US$ 114,63. O contrato para novembro fechou a US$ 116,01, com aumento de US$ 0,63.

Os boletins meteorológicos indicam que o Gustav tomou corpo no sul do Haiti e pode evoluir para uma categoria 4, com ventos de até 131 quilômetros por hora, quando alcançar o Golfo do México. Na avaliação de alguns especialistas, é a ocorrência de maior risco apresentada até o momento nesta temporada.

Os agentes também levaram em conta o fato de o governo russo ter reconhecido oficialmente a independência das duas regiões separatistas da Geórgia, a Ossétia do Sul e Abkhazia.

Os Estados Unidos advertiram que o reconhecimento da independência da Ossétia do Sul e Abkhazia seria inaceitável e reiteraram que Moscou deveria respeitar a integridade territorial da Geórgia. A chanceler alemã Angela Merkel também criticou a decisão e disse que ela não será aceita pelos países membros da União Européia. O mercado teme que, isolada, a Rússia coloque em risco a oferta de cru do país, segundo maior produtor global.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG